Cida exagera ao ligar aumento de denúncias à criação de força-tarefa anticorrupção
Foto: Divulgação/AEN
PP - Cida Borghetti

Cida exagera ao ligar aumento de denúncias à criação de força-tarefa anticorrupção

Tendência de aumento de denúncias aparece antes da criação de divisão especial comandada pela Polícia Civil

Corrupção Segurança Pública

Alexsandro Ribeiro
3 minutos

“Desde que a divisão [contra a corrupção] foi criada, subiu [em] 150% o número de denúncias de crimes econômicos e ações de governo no âmbito da administração pública”, disse a governadora do Paraná e candidata à reeleição Cida Borghetti (PP) durante sabatina promovida pela RIC TV, no último dia 23 – e repetida por ela nesta quarta-feira (29) em entrevista à rádio CBN.

Ela acerta ao afirmar que houve aumento no número de denúncias de crimes econômicos e de corrupção. Mas inflou o número. E não é possível relacionar o aumento com o surgimento da Divisão de Combate à Corrupção, departamento criado pela própria governadora em maio deste ano.

Sob comando da Polícia Civil, a divisão agrupa ainda Polícia Militar, Receita Estadual e Controladoria do Estado em operações de combate à corrupção. Segundo a assessoria do governo, as denúncias são recebidas tanto pelo Portal da Transparência, no canal “denuncie”, quanto por outras áreas da ouvidoria em sites da administração estadual.

Por isso, o Truco nos Estados – projeto de fact-checking da Agência Pública feito no Paraná em parceria com o Livre.jor – considera a afirmação da governadora “exagerada”.

Há dois pontos a serem considerados. O Sistema Integrado de Gestão em Ouvidorias do Paraná registrou 90 denúncias entre maio e agosto de 2018, ante 40 no mesmo período de 2017. Assim, o aumento percentual é de 125%, e não 150%.

Mais importante, porém, é a conexão apontada por Cida Borghetti. Não há como afirmar que o aumento nas denúncias se deve à Divisão de Combate à Corrupção. Em abril de 2018, mês que antecedeu o surgimento da área, registraram-se 15 denúncias de corrupção e crime econômico na Ouvidoria. Já em abril de 2017, foi apenas uma – um aumento de 1400%.

Além disso, “as denúncias vêm de áreas diversas do estado, como saúde, educação, segurança e administração em geral”, e são feitas em vários canais diferentes, informa a Ouvidoria. Portanto, não é possível atribuí-las apenas a Divisão.

Procurada para comentar o resultado desta checagem, a assessoria de Cida Borghetti não respondeu até o momento da publicação.

Atualização – Após a publicação deste texto, a assessoria de Cida Borghetti entrou em contato para dizer que discordou do selo atribuído pelo Truco nos Estados.

“De acordo com relatório da Controladoria Geral do Estado (CGE), entregue à governadoria no último dia 16 de agosto, os registros de denúncias de corrupção subiram de 30 (entre maio e agosto de 2017) para 76 (entre maio e agosto de 2018). Este balanço revela uma evolução de 153% no número de registros, amparando a declaração da governadora Cida Borghetti”, afirmou, em nota.

Porém, os dados usados pela governadora são mais antigos que os do relatório recebido via Lei de Acesso à Informação pelo Truco nos Estados.

Além disso, há uma divergência, entre os dois relatórios, quanto aos dados de 2017 – há menos denúncias no ano passado no levantamento usado pela candidata. Isso faz com que o aumento das denúncias pareça maior.

Desempregado ou não, Ratinho foi vereador em Jandaia do Sul de 1977 a 1984
Ratinho Júnior - PSD
Desempregado ou não, Ratinho foi vereador em Jandaia do Sul de 1977 a 1984

Ratinho Júnior disse que pai se mudou para Curitiba por estar desempregado. Mas nos anos 1980 Câmaras do interior já pagavam vereadores

De cada três potenciais doadores no Paraná, um tem os órgãos destinados a transplante
Cida Borghetti - PP
De cada três potenciais doadores no Paraná, um tem os órgãos destinados a transplante

Paraná cumpriu a meta de doação de órgãos em 2016 e 2017. No ano passado, proporcionalmente à população, foi o melhor estado no ranking nacional

Geonísio erra ao afirmar que escolas militares dobraram Ideb de Roraima
Geonísio Marinho - PRTB
Geonísio erra ao afirmar que escolas militares dobraram Ideb de Roraima

Estado é uma das sete unidades da federação que teve queda no ensino médio no país

PR Candidatos - Paraná