Correto, Paulo. Governo atual investiu R$ 18,5 bi em saúde
Aluísio Moreira/Governo do Estado de Pernambuco
PSB - Paulo Câmara

Correto, Paulo. Governo atual investiu R$ 18,5 bi em saúde

Número leva em conta o total de investimentos feitos no estado no setor de janeiro de 2015 até agosto de 2018

Debate da Rádio Jornal em Pernambuco Investimento Saúde

Helena Dias
1 minutos

“Nós já investimos R$18,5 bilhões (em Saúde)” – Paulo Câmara, em debate da Rádio Jornal, no dia 28 de agosto

Candidato à reeleição pelo PSB, Paulo Câmara citou números relacionados aos investimentos feitos na área de saúde durante a sua gestão para se defender das críticas feitas pelos candidatos de oposição ao desempenho do estado no setor. Questionada sobre a origem do dado, a assessoria de imprensa do candidato preferiu não se posicionar.

O Truco nos Estados, projeto de fact-checking da Agência Pública feito em Pernambuco em parceria com a Marco Zero Conteúdo, atribuiu, após verificar nas fontes oficiais o número de investimentos em saúde, o selo “Verdadeiro” à declaração feita por Paulo Câmara..

Ao falar da cifra de R$ 18,5 bilhões de investimento, Paulo se referia ao período de sua gestão à frente do estado. Sem a origem da informação confirmada pela assessoria, fomos em busca do dado nos balanços gerais anuais da Secretaria da Fazenda de Pernambuco. Encontramos os valores das despesas consolidadas em saúde de 2015 a 2017, somamos e chegamos a R$ 15,9 bilhões.

Ao somar os investimentos em saúde de janeiro a agosto de 2018, disponíveis no site Tome Conta do TCE-PE, verificamos que Pernambuco investiu R$ 2,6 bilhões em saúde nestes oito meses. Valor que, somado aos três anos anteriores de governo Paulo Câmara, resulta em R$18,5 bi em investimentos, mesmo número destacado pelo candidato.

 

Desemprego no Brasil cresceu quando Armando era ministro, mas não foi o maior da história
Paulo Câmara - PSB
Desemprego no Brasil cresceu quando Armando era ministro, mas não foi o maior da história

Candidato do PTB comandou a pasta da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, entre janeiro de 2015 e maio de 2016, durante o governo de Dilma Rousseff

Danielle Portela erra ao falar sobre piso dos professores de Pernambuco
Danielle Portela - PSOL
Danielle Portela erra ao falar sobre piso dos professores de Pernambuco

A candidata do PSOL criticou o governo por não pagar o valor mínimo previsto de R$ 2.455,35 a todos os professores do estado, mas não levou em conta a questão contratual

Armando usa dado correto ao falar do cenário fiscal de Pernambuco
Armando Monteiro - PTB
Armando usa dado correto ao falar do cenário fiscal de Pernambuco

O estado deixou R$ 1,5 bilhão de restos a pagar em 2017, 23,5% a mais que em 2016

PE Candidatos - Pernambuco