Ratinho Júnior exagera ao afirmar que 45% das cidades ainda têm lixões no Paraná
Foto: Wilson Dias/ABr
PSD - Ratinho Júnior

Ratinho Júnior exagera ao afirmar que 45% das cidades ainda têm lixões no Paraná

Ainda que órgãos do governo divirjam sobre o que é ou não é um “lixão”, eles não passam de 40%

Meio Ambiente Saneamento

Alexsandro Ribeiro, José Lázaro Jr.
2 minutos

“Hoje o Paraná tem ainda 45% dos lixões a céu aberto”, disse o candidato do PSD ao governo do Paraná, Ratinho Júnior, durante debate promovido pelo jornal “Gazeta do Povo”.

Quando disse esse número, Ratinho Júnior tinha na cabeça estudos de 2011 e de 2012, elaborados respectivamente pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP).

Foi o que respondeu ao Truco nos Estados – projeto de fact-checking da Agência Pública feito no Paraná em parceria com o Livre.jor – a assessoria da campanha. Acrescentaram também que Ratinho quis, com os 45%, fazer referência ao conjunto dos locais inadequados – que chamou de “lixões”.

Segundo a Sema, 40,4% dos municípios do Paraná ainda dispõem seus resíduos sólidos urbanos (RSUs) em condições inadequadas. Por isso, a afirmação foi classificada como exagerada.

Fonte: Secretaria de Estado do Meio Ambiente

Agora, se fosse para levar ao pé da letra a declaração, o resultado seria diferente, pois, das 161 cidades com problemas no armazenamento ambientalmente responsável do lixo, apenas 33 são “lixões”. Dá menos de 10% das cidades paranaenses.

Esses dados constam no Plano Estadual de Resíduos Sólidos de 2017 produzido pela Secretaria do Meio Ambiente. “Aproximadamente 56% dos municípios do estado estão enviando [os resíduos] para áreas de disposição final adequadas”, diz o relatório da Sema. Em 3,5% dos casos, a SEMA diz que “não foi possível classificar”.

Para IAP, ainda menos lixões – No ano passado, o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) publicou relatório atualizado, segundo o qual só 24 dos 399 municípios paranaenses jogavam os resíduos sólidos urbanos em “lixões” – ou apenas 6% do total. O número é menor do que o de 2012, citado pela assessoria de Ratinho Júnior, quando o Paraná tinha 93 lixões.

“Apesar de ainda não ter sido erradicada, houve redução significativa da disposição de RSU [resíduos sólidos urbanos] em áreas inadequadas, tendo em vista que no ano de 2012 a quantidade de RSU destinada em locais inadequados representava 30% da geração total no Estado do Paraná e que atualmente representa cerca de 18% da quantidade total de RSU, correspondendo uma redução de 60%”, diz o último levantamento.

Candidato discorda – A assessoria de Ratinho Júnior insiste na afirmação que 45% dos municípios do Paraná dispõem de forma ambientalmente incorreta seus resíduos urbanos.

“Discordamos. O Júnior conhece essa realidade pessoalmente. Esteve nos 399 municípios e, principalmente, [conhece] a situação dos lixões, que gerou o projeto ‘Paraná sem Lixões’ iniciado por ele na Sedu [Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano]”, apontaram.

Paraná tem cumprido gasto com Saúde, mas há divergência no Tribunal de Contas
Cida Borghetti - PP
Paraná tem cumprido gasto com Saúde, mas há divergência no Tribunal de Contas

Governo computa gasto com servidores, Hospital Militar e programa Leite das Crianças para atingir os 12% exigidos pela Constituição Federal

Arruda promete que menos imposto reduz preço do gás, mas repasse do desconto é incerto
João Arruda - MDB
Arruda promete que menos imposto reduz preço do gás, mas repasse do desconto é incerto

Redução do ICMS não garante que o custo ao consumidor irá cair na mesma proporção, pois atravessadores podem aumentar margens de lucro

Aeroporto de Foz do Iguaçu recebe voo internacional, sim, Ratinho Júnior
Ratinho Júnior - PSD
Aeroporto de Foz do Iguaçu recebe voo internacional, sim, Ratinho Júnior

Ao apresentar suas propostas para incrementar o turismo no Paraná, o candidato resvalou num dado simples: Latam tem vôos frequentes de Lima para a cidade

PR Candidatos - Paraná