Desde 2007, apenas em cinco anos o PIB de Pernambuco cresceu mais do que o do Brasil
Aluisio Moreira/SEI
PSB - Paulo Câmara

Desde 2007, apenas em cinco anos o PIB de Pernambuco cresceu mais do que o do Brasil

A declaração feita por Paulo Câmara só teria sentido se fossem analisados exclusivamente os resultados de 2017

Economia

Raíssa Ebrahim
1 minutos

Desde 2007, nós temos crescido o dobro do Brasil e crescido, inclusive, mais que o Ceará e a Bahia” – Paulo Câmara (PSB) em entrevista ao G1, no dia 14 de setembro

O governador e candidato à reeleição pelo PSB, Paulo Câmara, disse, em entrevista ao G1, que Pernambuco vem há 11 anos crescendo o dobro do Brasil e mais do que o Ceará e a Bahia. Mas a afirmação não procede. Desde 2007, apenas em cinco anos o Produto Interno Bruto (PIB) do estado superou o nacional, tendo sido exatamente o dobro no ano passado. Nesses 11 anos, em sete anos o resultado de Pernambuco foi melhor que o da Bahia e do Ceará.

É “Falso”, portanto, o selo atribuído à frase de Paulo pelo Truco nos Estados – projeto de fact-checking da Agência Pública, que em Pernambuco tem parceria com a Marco Zero Conteúdo. A equipe de Paulo não respondeu sobre a fonte utilizada.

Confira as taxas de variação do PIB do Brasil, de Pernambuco, do Ceará e da Bahia entre 2007 e 2017:

Desemprego no Brasil cresceu quando Armando era ministro, mas não foi o maior da história
Paulo Câmara - PSB
Desemprego no Brasil cresceu quando Armando era ministro, mas não foi o maior da história

Candidato do PTB comandou a pasta da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, entre janeiro de 2015 e maio de 2016, durante o governo de Dilma Rousseff

Danielle Portela erra ao falar sobre piso dos professores de Pernambuco
Danielle Portela - PSOL
Danielle Portela erra ao falar sobre piso dos professores de Pernambuco

A candidata do PSOL criticou o governo por não pagar o valor mínimo previsto de R$ 2.455,35 a todos os professores do estado, mas não levou em conta a questão contratual

Armando usa dado correto ao falar do cenário fiscal de Pernambuco
Armando Monteiro - PTB
Armando usa dado correto ao falar do cenário fiscal de Pernambuco

O estado deixou R$ 1,5 bilhão de restos a pagar em 2017, 23,5% a mais que em 2016

PE Candidatos - Pernambuco