João Arruda descontextualiza dados ao afirmar que Paraná caiu no Ideb
Foto: Pedro Ribas/ ANPr
MDB - João Arruda

João Arruda descontextualiza dados ao afirmar que Paraná caiu no Ideb

Ainda que tenha havido queda em avaliações realizadas nos últimos dez anos, notas do estado subiram nos últimos seis anos

educação

Alexsandro Ribeiro
2 minutos

“Nós perdemos muito no Ideb. Nossa educação caiu muito”, disse o candidato do MDB a governador, João Arruda, durante sabatina sobre educação e segurança pública promovida pelo direção da Casa do Estudante Universitário (CEU) e pelo Sindicato dos Jornalistas do Paraná (Sindijor-PR) na última segunda-feira (3).

De fato, o Paraná tem penado para atingir a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Apesar disso, há crescimento nas médias das três últimas avaliações.

Assim, o Truco nos Estados – projeto de fact-checking da Agência Pública feito no Paraná em parceria com o Livre.jor – considera sem contexto a afirmação do candidato.

Nenhum estado atingiu a meta para o ensino médio em 2017, mostram os números do Ideb, divulgados há poucos dias pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O Paraná ficou a um ponto da meta para o ano passado.

 

Apesar de ter crescido nas últimas três avaliações, a média alcançada pela rede estadual de ensino em 2017 é igual à verificada dez anos. O aparente paradoxo se explica pela queda que ocorreu nas avaliações realizadas em 2009 a 2011.

Ironicamente, em 2009 o governador era Roberto Requião, tio de João Arruda e filiado ao mesmo partido que ele.

O mesmo fenômeno é verificado nas avaliações gerais do ensino médio.

Os melhores resultados do Paraná no Ideb estão nos iniciais do ensino fundamental, que vem batendo as metas desde 2007.

Por outro lado, a meta para os anos anos finais do ensino fundamental não é atingida desde 2011. Ainda assim, há uma melhoria contínua nas avaliações feitas pelo Inep.

O que diz o candidato – “Podemos dizer que o Ideb do Paraná efetivamente caiu se analisarmos uma série histórica mais ampla”, argumentou a assessoria de João Arruda quando confrontada com o selo atribuído pelo Truco nos Estados.

“Em 2009, o Ideb do estado era de 4,2. Em 2013, despencou para 3,8, e desde então recuperou dois pontos percentuais. Ou seja, o governo Beto Richa (PSDB) devolve a educação em piores condições do que quando assumiu. O crescimento de 0,1 anunciado agora é considerado ‘inexpressivo’ pelo MEC (Ministério da Educação)”, disse Arruda.

Desempregado ou não, Ratinho foi vereador em Jandaia do Sul de 1977 a 1984
Ratinho Júnior - PSD
Desempregado ou não, Ratinho foi vereador em Jandaia do Sul de 1977 a 1984

Ratinho Júnior disse que pai se mudou para Curitiba por estar desempregado. Mas nos anos 1980 Câmaras do interior já pagavam vereadores

De cada três potenciais doadores no Paraná, um tem os órgãos destinados a transplante
Cida Borghetti - PP
De cada três potenciais doadores no Paraná, um tem os órgãos destinados a transplante

Paraná cumpriu a meta de doação de órgãos em 2016 e 2017. No ano passado, proporcionalmente à população, foi o melhor estado no ranking nacional

Geonísio erra ao afirmar que escolas militares dobraram Ideb de Roraima
Geonísio Marinho - PRTB
Geonísio erra ao afirmar que escolas militares dobraram Ideb de Roraima

Estado é uma das sete unidades da federação que teve queda no ensino médio no país

PR Candidatos - Paraná