Taxa de abandono é de 1% apenas no Ensino Fundamental
Gil Menezes / Secretaria de Educação de Pernambuco
PSB - Paulo Câmara

Taxa de abandono é de 1% apenas no Ensino Fundamental

No Ensino Médio, o índice de alunos que deixam a escola antes do encerramento do ano letivo sobe para 1,7%

Debate da Rádio Jornal em Pernambuco Eduacação

Mariama Correia
3 minutos

“[Pernambuco atingiu] a menor taxa de abandono: apenas um aluno de cada 100 que entram nas nossas escolas não termina”, Paulo Câmara, no debate promovido pela Rádio Jornal nesta terça-feira (28)

Durante o debate de candidatos ao governo de Pernambuco promovido pela Rádio Jornal, Paulo Câmara (PSB) voltou a citar o desempenho da educação pública da rede estadual como uma das conquistas de sua gestão. Entre os dados ressaltados, o candidato afirmou que Pernambuco “atingiu em 2016 a melhor educação pública do Brasil com a menor taxa de abandono: apenas um aluno de cada 100 que entram nas nossas escolas não termina.”

O Truco nos Estados –  projeto de fact-checking da Agência Pública, feito em Pernambuco em parceria com a Marco Zero Conteúdo, entrou em contato com assessoria de imprensa do candidato para saber quais bases de dados subsidiam a afirmação. A assessoria informou que não iria se posicionar.

A primeira parte da afirmação de Paulo Câmara, de que em 2016 Pernambuco conquistou o posto de melhor educação pública do Brasil já foi objeto das nossas checagens. Com base nos números dos exames que medem a qualidade do ensino público, como o Ideb e o Enem, mostramos que a informação era falsa. Leia a checagem completa aqui. 

Durante o debate da Rádio Jornal, Paulo Câmara acrescentou que Pernambuco tem a menor taxa de abandono escolar – apenas um entre cada 100 alunos que entram nas escolas da rede estadual não terminam o ano no estabelecimento. Ao checar os dados do Ministério da Educação em 2016, os mais atualizados disponíveis, o Truco verificou que a essência da declaração está correta, mas ela oferece uma visão apenas parcial da questão, com o entendimento variando a depender do recorte feito: Ensino Médio ou Ensino Fundamental. Por isso a declaração recebe o selo “Sem contexto”.

De acordo com a secretaria de Educação de Pernambuco, a rede estadual de ensino inclui atualmente 163 escolas nos anos iniciais – do 1º ao 5º ano – e 457 escolas a partir do 6º ano. Embora no Fundamental Pernambuco tenha de fato apresentado uma taxa de abandono escolar da rede pública estadual de 1%, (1 a cada 100 considerando que as taxas de aprovação, reprovação e abandono sempre resultam em 100%, de acordo com a metodologia aplicada pelo levantamento), dado que confere com a citação de Paulo Câmara, o resultado representou a terceira menor taxa de abandono escolar do Brasil, perdendo para Santa Catarina e Mato Grosso.

Tabela da taxa de abandono do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), agência do Ministério da Educação, mostra que Pernambuco teve a terceira menor taxa de abandono das escolas do Ensino Fundamental da rede estadual do país

Já no Ensino Médio, a rede estadual tem uma taxa de abandono de 1,7%, que ultrapassa em muito a proporção de 1 para 100 alunos informada pelo candidato. Mesmo assim, é a menor taxa de abandono escolar na rede estadual do Brasil. Porém, para afirmar que o estado tem a menor taxa de abandono escolar, como fez o candidato, seria necessário considerar também os dados do Ensino Fundamental mostrados acima.

Desemprego no Brasil cresceu quando Armando era ministro, mas não foi o maior da história
Paulo Câmara - PSB
Desemprego no Brasil cresceu quando Armando era ministro, mas não foi o maior da história

Candidato do PTB comandou a pasta da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, entre janeiro de 2015 e maio de 2016, durante o governo de Dilma Rousseff

Danielle Portela erra ao falar sobre piso dos professores de Pernambuco
Danielle Portela - PSOL
Danielle Portela erra ao falar sobre piso dos professores de Pernambuco

A candidata do PSOL criticou o governo por não pagar o valor mínimo previsto de R$ 2.455,35 a todos os professores do estado, mas não levou em conta a questão contratual

Armando usa dado correto ao falar do cenário fiscal de Pernambuco
Armando Monteiro - PTB
Armando usa dado correto ao falar do cenário fiscal de Pernambuco

O estado deixou R$ 1,5 bilhão de restos a pagar em 2017, 23,5% a mais que em 2016

PE Candidatos - Pernambuco