Um preso custa mais no Paraná que nos Estados Unidos? Não, Ratinho Júnior!

Segundo dados do Tribunal de Contas do Estado, cada detento custa cerca de R$ 3 mil por mês, quase três vezes menos que um interno em prisão federal nos EUA

Direitos Humanos Gestão pública Sistema prisional

Alexsandro Ribeiro
2 minutos

“Hoje um preso custa no Paraná R$ 5,5 mil por mês. No mundo, a média é de US$ 1 mil”, afirmou Ratinho Júnior (PSD), durante sabatina promovida pela RIC TV no dia 28 de agosto.

Procurada para informar qual a fonte da afirmação, a assessoria do político disse que elas provêm do “sistema penitenciário do Paraná e [de] comparação com outros sistemas, como o sistema dos Estados Unidos”, sem no entanto entregar ou citar documentos ou bases de dados.

Mas o Truco nos Estados, projeto de fact-checking da Agência Pública feito no Paraná em parceria com o Livre.jor, apurou que o custo local que o candidato brandiu está superestimado e, por outro lado, o gasto médio mensal com presos nos Estados Unidos – país com a maior população carcerária do mundo – supera os mil dólares mensais.

Por isso, a afirmação de Ratinho Júnior foi considerada falsa.

No Paraná, custo real é a metade – Um relatório preliminar do Tribunal de Contas do Estado, que em 2017 analisou o sistema penitenciário do Paraná, informa que o custo anual de um preso é de R$ 34,6 mil – ou R$ 2,9 mil mensais. É a metade do que disse o político.

Segundo o TCE, o gasto com o sistema penitenciário, em 2016, “incluindo as despesas relativas à água, energia elétrica, telefonia, saúde e educação, foi de R$ 683,3 milhões, redundando em um custo médio anual por preso de R$ 34.678,90, o que equivale a um custo de R$ 2.889,91 ao mês para cada um dos 19.703 presos do sistema penitenciário do Estado”.

O Truco nos Estados também buscou informações sobre o custo com detentos nas prisões dos EUA. Há um relatório elaborado pelo Vera Institute of Justice, uma organização não-governamental especializada em Justiça Criminal e sediada em Nova York, chamado The Price Of Prisons.

Nele, informa que o custo médio anual de um prisioneiro em penitenciárias estaduais dos EUA é de US$ 33,2 mil, ou pouco mais de US$ 2,7 mil mensais.

Se convertemos o valor para a moeda brasileira (usando a cotação de R$ 4,11 por um dólar), chegamos ao custo de R$ 11 mil mensais por detento nos Estados Unidos, quase quatro vezes mais que no Paraná.

Nas prisões federais norte-americanas, os valores são próximos. De acordo com o relatório anual da Agência Prisional do Departamento de Justiça, o custo de um detento em 2016 foi de US$ 31,9 mil anuais, ou US$ 2,6 mil por mês. Na conversão, são R$ 10,9 mil mensais.

Desempregado ou não, Ratinho foi vereador em Jandaia do Sul de 1977 a 1984
Ratinho Júnior - PSD
Desempregado ou não, Ratinho foi vereador em Jandaia do Sul de 1977 a 1984

Ratinho Júnior disse que pai se mudou para Curitiba por estar desempregado. Mas nos anos 1980 Câmaras do interior já pagavam vereadores

De cada três potenciais doadores no Paraná, um tem os órgãos destinados a transplante
Cida Borghetti - PP
De cada três potenciais doadores no Paraná, um tem os órgãos destinados a transplante

Paraná cumpriu a meta de doação de órgãos em 2016 e 2017. No ano passado, proporcionalmente à população, foi o melhor estado no ranking nacional

Geonísio erra ao afirmar que escolas militares dobraram Ideb de Roraima
Geonísio Marinho - PRTB
Geonísio erra ao afirmar que escolas militares dobraram Ideb de Roraima

Estado é uma das sete unidades da federação que teve queda no ensino médio no país

PR Candidatos - Paraná