Doria diz que França inibiu contratos com prefeitos, mas não há provas
Rovena Rosa/Agência Brasil
PSDB - João Doria

Doria diz que França inibiu contratos com prefeitos, mas não há provas

PSDB acusou governador de barrar repasses a municípios cujos prefeitos não apoiam sua reeleição, mas prefeito não apresentou documento e representação foi arquivada pelo Ministério Público

Política

Anna Beatriz Anjos
3 minutos

“[O governador Márcio França] inibiu vários contratos com prefeitos do interior exatamente porque eles não [o apoiam].” – João Doria (PSDB), em debate na TV Gazeta.

Em debate realizado pela TV Gazeta, o candidato do PSDB, João Doria, acusou o governador Márcio França (PSB) de romper contratos com prefeitos que não apoiam a sua reeleição. O Truco nos Estados – projeto de checagem de fatos da Agência Pública – verificou a frase e concluiu que é impossível de ser provada, pois não existem informações que atestem a veracidade do fato.

Segundo a assessoria de imprensa do tucano, duas reportagens serviram de fonte para a declaração. A primeira, publicada em agosto no jornal Folha de Alphaville – quando Doria não havia se lançado oficialmente candidato –, divulga uma fala de Elvis Cezar (PSDB), prefeito de Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo, sobre um pedido de verba supostamente não atendido pelo governo do estado. “Eu mandei ofício para recapeamento e não fomos atendidos. Literalmente, não vieram recursos para as cidades que apoiam o pré-candidato a governador Doria. Digo isso porque outras cidades que têm preferência por outra candidatura receberam os repasses”, disse Cezar ao jornal.

O Truco pediu à assessoria de imprensa da Prefeitura de Santana de Parnaíba a íntegra do ofício citado por Cezar. Também perguntou quais são os municípios que, assim como o comandado por ele, teriam deixado de receber recursos do estado, bem como as cidades beneficiadas com repasses devido ao apoio de seus prefeitos à candidatura de França. Embora tenha tomado conhecimento das solicitações, a equipe de comunicação não atendeu nenhuma delas até a publicação desta reportagem.

Já o Palácio dos Bandeirantes, quando contatado, respondeu em nota que, de acordo com a Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado, “Santana de Parnaíba não apresentou nenhum documento para que pudesse iniciar a tramitação do seu pedido, nem projetos de recapeamento para as ruas do município”. Frisou que os 396 convênios firmados pelo atual programa de recapeamento foram celebrados “entre os mais diversos partidos à frente das prefeituras”.

A segunda reportagem enviada pela assessoria de imprensa de Doria, produzida pela Folha de S.Paulo em abril, noticia que o diretório paulista do PSDB apresentou ao Ministério Público do estado um requerimento de investigação de Márcio França por improbidade administrativa. O documento solicita a instauração de inquéritos civil e criminal para apurar se o governador deixou de destinar verbas a Ocauçu, localizada no interior de São Paulo.

O pedido é baseado em áudios de WhatsApp nos quais um assessor do deputado estadual Abelardo Camarinha (PSB) afirma que França teria suspendido o repasse de uma emenda de R$ 100 mil direcionada ao município após a prefeita Alesandra Colombo Marana (PSDB) ter se reunido com Doria. A suposta irregularidade fora tema de reportagem do portal Marília Notícia, anexada ao requerimento do PSDB como fonte da denúncia.

A representação é endereçada ao promotor do Patrimônio Público e Social Silvio Antônio Marques, mas foi encaminhada à Procuradoria-Geral de Justiça por ter como alvo o governador do estado. O Ministério Público de São Paulo informou, no entanto, que o pedido foi arquivado em 21 de agosto, decisão homologada pelo Conselho Superior do órgão.

A assessoria de imprensa do candidato foi comunicada sobre o selo, mas não respondeu no prazo estabelecido.

Márcio França exagera desconto em pedágios
Márcio França - PSB
Márcio França exagera desconto em pedágios

Governador afirmou que a tarifa diminuiu até 25% com novas concessões, mas na verdade o porcentual chega a 20%

Doria exagera criação de vagas em creches quando foi prefeito
João Doria - PSDB
Doria exagera criação de vagas em creches quando foi prefeito

Durante os 15 meses em que administrou a cidade de São Paulo foram criadas cerca de 25 mil vagas, não 42 mil

França erra taxa atual de crescimento da economia paulista
Márcio França - PSB
França erra taxa atual de crescimento da economia paulista

Produto Interno Bruto do estado não evolui 6% ao ano, como afirmou o governador

SP Candidatos - São Paulo