Hélio Gois erra posição brasileira em ranking internacional de educação

Hélio se equivocou ao citar os números. Disse que o país ocupava a 73ª posição no ranking, quando a prova só foi aplicada em 70 países

educação

Thays Lavor, Rômulo Costa, Carolina Capelo
2 minutos

“No relatório Pisa [Programa Internacional de Avaliação de Estudantes], a posição do Brasil é a 73ª”, Hélio Gois (PSL) durante debate realizado pela TV Verdes Mares, afiliada da Rede Globo, no dia 2 de outubro.

O candidato Hélio Gois (PSL) citou o baixo desempenho dos estudantes brasileiros no último Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa, da sigla em inglês) para dizer que o Ceará é o “melhor entre os piores” na educação. O candidato disse que o Brasil ocupava a 73ª posição no ranking dos países avaliados pelo programa.

O Truco nos Estados – projeto de checagem da Agência Pública, realizado também no Ceará – revisou os resultados do último Pisa, realizado em 2015, e constatou o erro do candidato. Por essa razão, o Truco considera a frase “Falsa”.

O exame avalia três áreas: matemática, ciências e leitura. Na edição mais recente do teste, foi dada ênfase para a área de ciência. Os resultados, divulgados em 2016, mostram que o Brasil teve queda na pontuação nas três áreas avaliadas. Dos 70 países onde a prova foi aplicada, o Brasil ocupou as seguintes colocações: 63ª posição em ciências, na 59ª em leitura e na 66ª em matemática.

O Pisa não faz ranking geral das áreas avaliadas, dessa maneira é impossível dizer qual é a colocação geral do Brasil como sugeriu o candidato. Considerando a posição do país nas três áreas do teste, o candidato também não acertou a colocação dos estudantes brasileiros, que é 63ª em ciências,  59ª em leitura e 66ª em matemática.

Em comparação com o exame anterior (2012), todas as notas do Brasil nas três áreas analisadas tiveram queda em 2015. Em ciência, a nota saiu de 405 e foi para 401. Em leitura, saiu de 410 para 407. Já em matemática, a queda foi de 391 para 377.

Cingapura foi o país que liderou o ranking. A pontuação nas três áreas foi: 556 pontos em ciências, 535 em leitura e 564 em matemática.

Pisa

O Pisa é coordenado pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e foi aplicada em 2015 em 70 países. Participaram os 35 membros da OCDE e 35 parceiros, incluindo o Brasil. A prova é aplicada a cada três anos. Os resultados de 2018 só serão divulgados no próximo ano.

Ops, Aílton: foram R$ 130 milhões para saneamento básico no Ceará
Ailton Lopes - PSOL
Ops, Aílton: foram R$ 130 milhões para saneamento básico no Ceará

Relatório Resumido da Execução Orçamentária (RREO) da Sefaz aponta um gasto de pouco mais de R$ 130 milhões em 2017

Errou, General: Ceará tem 91 toneladas de esgoto não tratado por dia
General Theophilo - PSDB
Errou, General: Ceará tem 91 toneladas de esgoto não tratado por dia

O tucano inflou em muito os números ao dizer que são 91,4 bilhões de toneladas por dia em esgoto a céu aberto no Ceará.

General Theophilo errou: construção civil e saneamento não são as maiores fonte de emprego no Ceará
General Theophilo - PSDB
General Theophilo errou: construção civil e saneamento não são as maiores fonte de emprego no Ceará

Serviço foi o setor com a maior criação de postos de trabalho nos últimos doze meses, de acordo com o Caged. Foram 11.539 vagas criadas, seguida da indústria da transformação com 2.766 novos postos.

CE Candidatos - Ceará